Yoga com contos

Atividade que desenvolvi em contexto escolar, com um grupo de crianças de 9 e 10 anos. O bigode do leão Era uma vez uma mulher (postura guerreiro I) que casou com um homem viúvo, que tinha um filho (postura montanha). O filho era um menino muito bom e a mulher queria tratá-lo como se ele…

Escrever para quê?

Escrever para quê? O pensamento autobiográfico de certa forma cura-nos. Relatar-nos faz-nos sentir melhor, converte-se numa espécie de liberação e de reunificação. Duccio Demetrio – Para exprimir sentimentos e pensamentos sobre nós, os outros, o que nos rodeia, o que sonhamos, o que guardamos… – Para conseguirmos uma concentração e, ao mesmo tempo, um distanciamento…

Curso de escrita criativa

  No curso de escrita criativa, promovido pelo Centro de Formação de Escolas do Porto Ocidental e realizado na Escola Secundária Rodrigues de Freitas, escreveu-se muito e bem 🙂 Aqui fica o testemunho e a minha gratidão a este grupo de gente empenhada e animada.

Lenda do coelhinho da Páscoa

Quando Jesus era muito pequenino, perto de sua casa havia muitos ninhos de pássaros. O Menino Jesus amava os pássaros e adorava ouvi-los, logo de manhã, ao acordar. Um dia, quando acordou, não ouviu os pássaros a cantar alegremente. O que ouviu foi um canto tão triste que lhe deixou o coração apertadinho. Jesus dirigiu-se…

A fuga dos espanhóis golpistas para Portugal foi no dia 31 de dezembro, há 85 anos – Artigo de Anabela Natário no Jornal Expresso no dia 31/12/2017

Foi com imensa alegria e surpresa que encontrei, casualmente, este artigo onde a Jornalista Anabela Natário cita frases de um artigo que publiquei na revista da Universidade Lusíada há muitos anos. https://expresso.pt/sociedade/2017-12-31-A-fuga-dos-espanhois-golpistas-para-Portugal-foi-no-dia-31-de-dezembro-ha-85-anos?fb_ref=E9ptyhHbF4-Facebook&fbclid=IwAR36fisSlo-Im75C3GKoOX6eJ2O5y9LpOk0XDE65dydupYhPuS-3lY1sRFs

Workshop de micronarrativas para as redes sociais

NARRATIVA DE APRENDIZAGEM: A atividade inicia-se com a explicação teórica do conceito de micronarrativa e a leitura/análise de algumas, com diferentes números de caracteres. Seguidamente, os participantes escrevem uma micronarrativa com 50 palavras, baseada numa ilustração. Feita a análise e correção desta, passa-se para a segunda micronarrativa (35 palavras) com base numa fotografia. No final,…

Workshop – Escrita de micronarrativas para as redes sociais

Micronarrativas escritas a partir de ilustrações, com um limite máximo de 50 palavras Vejo-a todos os dias. No mesmo lugar, na mesma posição. Como não a ver?!!! Com as suas vestes de tom amarelo, a mesma cor das flores no seu cabelo?! Não entendo a sua postura. Não sei se está morta ou adormecida, mas…