Yoga com contos

Atividade que desenvolvi em contexto escolar, com um grupo de crianças de 9 e 10 anos.

received 409713433071242 300x163 - Yoga com contosreceived 879331695796339 300x165 - Yoga com contosreceived 2504292729686237 300x151 - Yoga com contos

O bigode do leão

Era uma vez uma mulher (postura guerreiro I) que casou com um homem viúvo, que tinha um filho (postura montanha).

O filho era um menino muito bom e a mulher queria tratá-lo como se ele fosse seu, mas quando tentava abraçá-lo ele afastava-se e dizia:

– Deixa-me. Tu não és a minha mãe de verdade. A minha mãe morreu…Vai-te embora!

A mulher andava muito triste, fazia tudo para que o menino gostasse dela: preparava-lhe as comidas preferidas, mas ele não as comia, tentava conversar com ele, mas ele afastava-se irritado.

Sentia-se tão infeliz que um dia decidiu ir consultar um feiticeiro (postura guerreiro II)que era famoso pelas poções de amor que fazia.

– Quero que me faça uma poção de amor, para que o meu enteado goste de mim. – pediu ela ao feiticeiro.

– Isso é muito difícil de fazer. – respondeu ele.

– Eu faço o que for preciso. – afirmou a mulher.

E o feiticeiro disse-lhe:

– Então deves trazer-me o bigode de um leão.

– O bigode de um leão?! Como poderei eu trazer isso?! Como é que eu me aproximo de um leão feroz?! – questionou ela surpreendida.

– Eu disse-te que era difícil. Se queres que te faça a poção do amor tens que me trazer o bigode do leão. – respondeu ele.

A mulher estava decidida a que o enteado gostasse dela por isso, elaborou um plano.

Numa noite de lua cheia, encheu-se de coragem e entrou na selva (postura árvore) à procura de um leão (postura leão). À medida que avançava lentamente pássaros estranhos (postura pássaros que voam) voavam sobre ela e as serpentes (postura cobra) seguiam-na. Mas ela não desistiu.

Chegou a uma gruta. Lá dentro estava um leão enorme a dormir. A mulher colocou no chão a comida que tinha trazido e afastou-se.

O leão acordou e rugiu. Depois viu a comida e engoliu-a.

Na manhã seguinte a mulher regressou. Desta vez aproximou-se um bocadinho mais antes de deixar a comida ao leão. A seguir afastou-se (postura criança).O leão rugiu, mas viu a comida e engoliu-a.

Durante muitos dias a mulher fez a mesma coisa e um dia deixou a comida muito, muito perto do leão. O leão já estava tão habituado a vê-la que deixou que ela se aproximasse, então a mulher fez-lhe festas e ele ronronou contente.

Com um movimento rápido a mulher arrancou-lhe um pelo do bigode e feliz foi a correr até à casa do feiticeiro.

– Veja, tenho o bigode do leão. Agora prepare-me a poção do amor. – disse-lhe ela.

O feiticeiro pegou no bigode, olhou-o atentamente e atirou-o para o fogo.

– Como podes fazer isso? – gritou a mulher horrorizada. – Tens ideia do que eu tive que fazer e quanto tempo me levou para conseguir que o leão confiasse em mim?!

O feiticeiro respondeu-lhe:

– Se conseguiste ter essa paciência para ganhares a confiança de um leão, de certeza que também podes ter paciência para ganhar a confiança do teu enteado.

A mulher compreendeu e regressou a casa. Foi muito carinhosa e paciente com o menino e, com o tempo, ele aprendeu a gostar dela como de uma mãe.    Postura camelo  

                                                 in Yoga com cuentos, Sydney Solis, traduzido e adaptado por Ana Mafalda Damião

 

 

 

Junta-te à comunidade!

Subscreve agora e recebe os nossos emails.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.