Escrita Curativa – o poder da escrita na transformação pessoal

 

Escrita Curativa – o poder da escrita na transformação pessoal

Prefácio

Ao longo da história do homem apercebemo-nos da necessidade imperiosa que tivemos em registar todas as descobertas, todos os pensamentos e toda e qualquer consideração que achássemos relevante. Desde os primórdios da humanidade em que simplesmente desenhávamos como forma de comunicar, até aos dias de hoje onde a escrita digital possibilitou uma comunicação livre de barreiras, a palavra desenhada, falada ou escrita faz parte de quem somos, quase como uma informação que se encontra plasmada em todas as nossas células. Escrevemos para exortar os nossos sentimentos, para desenvolver uma ideia ou ainda para deixarmos um pouco de nós no mundo. Por tudo isto, é notório que a escrita sempre teve uma componente libertadora e, por isso, curativa. O homem que não sabia ou não conseguia ler e escrever estava privado de uma forma de comunicação fundamental. Quando falamos estamos sujeitos a várias condicionantes, principalmente pessoais. Evitamos dizer uma ou outra palavra porque não nos sentimos confortáveis ou porque não queremos ferir suscetibilidades. Mas todo este filtro se dilui quando escrevemos. Para mim é como se entrasse em transe e estivesse apenas na minha presença, comunicando livremente comigo e com cada recanto da minha alma. Então escrevo. Disserto sobre o universo e sobre mim mesmo e, ao fazê-lo, solto-me, dou-me voz, grito em palavras o que não sou capaz de dizer em voz alta. Ainda mal tinha folheado as páginas deste livro e rapidamente me apercebi da importância da mensagem que aqui reside. Escrever cura-nos. Decidi colocar em prática alguns dos exercícios. Em muitos casos funcionou como um ansiolítico que dissipou a minha ansiedade, convertendo a minha insegurança em força. A cada palavra tornava-me mais consciente, mais pleno. Comecei por escrever sobre todos os meus medos e sobre a minha vulnerabilidade. Depois reli. Acredito que me fiquei a conhecer melhor apenas porque tomei a liberdade de comunicar comigo. Quantas vezes nos esquecemos ou negamos comunicar com a pessoa mais importante das nossas vidas – nós mesmos?Cover Escrita Curativa 300x136 - Escrita Curativa - o poder da escrita na transformação pessoal

Resolvi tornar esta ferramenta ainda mais prática e utilizei-a com alguns pacientes. Não só lhes pedi que registassem por palavras mas também que desenhassem. Dessa forma reuni o adulto e a criança interior numa simbiose perfeita em que a cura se processou através da arte e da expressão livre de vários pensamentos que se encontravam submersos num mundo mudo. Creio convictamente que o leitor encontrará neste livro exercícios revestidos de um potencial curativo inimaginável. Aconselho vivamente a evitarem toda e qualquer desculpa para não o fazerem ou protelarem a sua concretização e que se atrevam a iniciar a aventura que é darem voz ao pensamento, livre de qualquer preconceito. Este será um momento só vosso. Uma terapia pessoal que vos conduzirá ao início da vossa história, devolvendo a possibilidade de resgatarem do poço do esquecimento o poder transformador da vida.

João Perestrelo Médico Psiquiatra e Escritor

in Escrita Curativa – o poder da escrita na transformação pessoal, Ana Mafalda Damião, Edições Mahatma

Junta-te à comunidade!

Subscreve agora e recebe os nossos emails.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.